Os funcionários da Clínica Renal de Roraima anunciaram a suspensão do atendimento na unidade de saúde privada especializada em hemodiálise a partir desta quinta-feira (13), por inadimplência do Governo de Roraima. A dívida da Secretaria de Saúde de Estado de Saúde de Roraima (Sesau) chega a R$ 9 milhões (nove milhões de reais).

A Clínica declarou que a falta de pagamento levou a unidade a uma situação precária de funcionamento.

“Se a situação persistir, em breve, a empresa não terá como manter o funcionamento“, diz nota divulgada pela clínica.

De acordo com as informações, a unidade de tratamento não conseguiu realizar os pagamentos dos funcionário e fornecedores. A Sesau já teria sido notificada pela Clínica por conta da dívida milionária. A Clínica também já recorreu à Justiça e solicitou o bloqueio parcial dos valores devidos.

Em nota, a Sesau informou apenas ter credenciado três empresas que ofertam o serviço. Mas não cita os pagamento a Clínica.

Pacientes atendidos pela Clínica Renal de Roraima estão preocupados e temem pela vida com a iminente suspensão no atendimento e clamam por ajuda para mais de trezentos pacientes que fazem tratamento na unidade.

De acordo com informações repassadas aos pacientes, quem realizada tratamento crônico e agudo será afetado com a possível paralisação.

O tratamento de hemodiálise é necessário para os pacientes com problemas renais e comprovadamente necessitam dela por correr sério risco de sofrer complicações agudas, como infartos, derrames e morte súbita.

Share.