“Pelo menos pelos fatos que vieram à luz até agora, penso que não há razão para prisão. Há sempre a perspectiva de, mas a perspectiva de depende de uma concretização de determinados fatos. E esses, caso concretizarem, sei-lo-ão adiante”. Essa é a avaliação do ex-presidente Michel Temer sobre a situação do ex-presidente Jair Bolsoanro.

Temer, que assim como Lula foi preso, afirma que as informações indicam uma desorganização do grupo investigado pela Polícia Federal. “Quando eu digo tentativa de ação, foi aquele movimento que se deu em Brasília, mas de pessoas que não tinham, exata e precisamente, um plano completo”, explica.

Leia mais: Após conclamar Forças Armadas a ‘reagirem’, Mourão volta atrás: ‘legalista’

Segundo Temer, há golpe de Estado quando as Forças Armadas querem, mas os militares “não quiseram isso”. Para o ex-presidente, era uma minoria.

Pode sim ter envolvido um ou outro general, muito mais aqueles próximo ao presidente Bolsonaro, mas nada mais do que isso”, prosseguiu.

Share.

Leave A Reply