A tarde desta terça-feira (6) foi movimentada dentro da Secretaria de Saúde de Roraima (Sesau), de onde um assessor da ex-secretária Cecília Lorenzon saiu preso. A Polícia Federal, responsável pela prisão, não divulga o nome, mas fontes do Portal confirmam.

Trata-se de Harison Moraes da Silva, envolvido no escândalo da queima de medicamentos vencidos ano passado, e supostamente dono da casa onde mais medicação vencida foi encontrada há poucos dias.

Leia mais: PF encontra medicamentos vencidos em casa que seria de servidor da Sesau

Harisom é suspeito de ajudar Cecília a se livrar de medicação vencida enviada pelo Governo Federal para os Yanomami. No fim de janeiro a PF achou na casa dele caixas e caixas de medicamentos vencidos que deveriam abastecer os estoques do DSEI-Y.

Ano passado, durante a Operação Yoasi, medicamentos eram queimados na propriedade de Harison. O Portal Alex Braga mostrou com exclusividade os frascos queimados.

Leia mais: Polícia flagra queima de remédios em sítio de servidor da secretária Cecília Lorenzon

A Operação Yoasi segue apurando desvios de recursos públicos federais em Roraima. Após ver Cecília afastada por suposto esquema nas cirurgias ortopédicas e presenciar o pedido de prisão contra a mulher de confiança de Antônio Denarium, agora Roraima tem mais um escândalo na saúde pública para lamentar.

Share.

Leave A Reply