A Justiça Eleitoral concedeu ao senador Sérgio Moro (União Brasil-PR), o prazo de até quinta-feira (2) para refutar os recursos do PL e PT que favorecem a cassação do seu mandato. Esse intervalo acontece antes de seu julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, Sérgio Moro recebeu absolvição. Em vista disso, os partidos buscaram o Tribunal Superior Eleitoral, que além da cassação pedem pela inelegibilidade de Moro por 8 anos.

O relator do caso, será o ministro Floriano Azevedo, que deverá assumir pelo requisito de precedência e por já possuir outros casos correlatos.

Share.