Segundo os números no Portal da Transparência do Estado, o orçamento autorizado da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo do Amazonas aumentou 87,4% este ano, na comparação com o primeiro da gestão do governador Wilson Lima (PSC). Passou de R$ 71,9 milhões (R$ 71.979.331,86) em 2019 para R$ 134,8 milhões (R$ 134.897.333,30) em 2021.

Este ano, o governo já autorizou pagamentos de R$ 87,1 milhões (R$ 87.178.370,62) e já pagou R$ 74,5 milhões (R$ 74.565.369,36) de acordo com os dados desta sexta-feira (13/08), no Portal da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Em 2020, o orçamento autorizado da Secom foi de R$ 130,4 milhões (R$ 130.497.736,82) e os pagamentos somaram R$ 122,6 milhões (R$ 122.647.725,78). Em 2019, foram pagos R$ 68,7 milhões (R$ 68.739.387,06).

Prioridade

O dinheiro gasto em 2020 pelo governador Wilson Lima (PSC) na Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), responsável pela publicidade e propaganda do governo, daria para pagar o dobro do valor que o Estado promete repassar para cada uma das 100 mil famílias de baixa renda que têm direito ao chamado Cartão Auxílio Estadual.

O governo do Estado informou que o Cartão Auxílio Estadual vai pagar R$ 600, em três parcelas de R$ 200 a 100 mil famílias, o que soma R$ 60 milhões, menos da metade dos R$ 122,6 milhões gastos na Secom no ano passado, segundo o Portal da Transparência do Estado.

Fonte: 18 horas

Share.