Pela primeira vez em 84 anos de história, a UNE (União Nacional dos Estudantes) elegeu uma mulher negra para ser presidente: Bruna Chaves Brelaz, 26 anos, natural do Amazonas e estudante de Direito — sua segunda graduação.

“Devido à pandemia e a impossibilidade de realizar um evento que chega a reunir 10 mil estudantes, a UNE indicou a nova diretoria respeitando a proporcionalidade eleita na votação do seu 57º Conune (Congresso da UNE), realizado em 2019. A nova composição terá duração de um ano, podendo ser estendida”, diz a UNE, em comunicado divulgado em seu site.

Fonte: Uol.com

Share.